t: +55 16 3373-9428

Breve histórico sobre a Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção nasceu junto com a Administração Científica, teoria administrativa criada por Frederick Taylor (1856- 1915). Durante sua vida profissional, ele desenvolveu princípios e ferramentas partindo dos pressupostos que os princípios científicos, de verificação sistemática e experiemtnos, poderiam ser aplicados também ao trabalho humano, visando maior eficiência; e não apenas aos produtos e processos produtivos em si.

Entre os métodos estava o estudo de tempos e a padronização do trabalho, isto é, o projeto sistemático de como o trabalho deveria ser conduzido.ção em massa. Mulheres, crianças, jornadas longas e trabalho tipicamente manual. Ao fundo, inspetores e gestores da produção. Vejas as fotos e informações em http://www.isye.gatech.edu/  e http://en.wikipedia.org/wiki/Time_and_motion_study .

Quase que simultâneamente, o casal Frank (1869-1924) e Lillian Mollen Gilberth (1979-1972) desenvolveu e aplicou o chamado Estudo dos Movimentos. Trata-se de uma técnica de análise sistemática baseada em registros fotográficos e filmagem do ambiente de trabalho.

O Engenheiro de Produção nasceu como o profissional especializado nestas técnicas. O seu principal campo de atuação profissional era o projeto do trabalho, isto é, a descrição do melhor método. Desde o início, fazendo uso da aplicação de diferentes conhecimentos como conceitos de psicologia, sociologia e fisiologia; aliados à bagagem da área de engenharia. Um marco para os profissionais de engenharia de produção foi a criação do American Institute of Industrial Engineers (AIIE) em 1948.

Apesar deste início mais restrito em termos de campo de atuação, especialmente na manufatura e as indúsitrias de produção em massa, este profissional se transformou ao longo dos anos frente os novos desafios enfrentados pela indústria. A primeira mudança foi quanto a abrangência. Mais e mais setores industriais experimentaram as vantagens proporcionadas pelo conjunto de competências e habilidades destes profissionais. ASsim, hoje estes profissionais são requisitados nos setores médico-hospitalares, alimentícios, de processos contínuos e todos os demais. Além disso, além da fabricação, os conhecimentos e métodos utilizados são aplicados também nas áreas de inovação, desenvolvimento de prdoutos complexos e para garantir a eficácia na execução de grandes programas. Portanto, atualmente o engenheiro de produção auxilia várias áreas e empresas diferentes.